Infertilidade masculina: conheça os principais tratamentos e os custos

infertilidade-masculina

Nem sempre a dificuldade de engravidar é consequência de um problema com a mulher. Pelo contrário, os tratamentos para infertilidade masculina têm sido cada vez mais procurados pelos homens, uma vez que eles já correspondem a pelo menos 40% dos casos de infertilidade em casais.

Mas você sabe quais são os tratamentos mais adequados? A verdade é que a forma de tratar depende muito da causa do problema. Por isso, no post de hoje, você vai conhecer os principais tratamentos e custos para a infertilidade masculina.

Tratamento hormonal

A infertilidade pode ocorrer se o homem não produzir espermatozoides suficientes por deficiência de hormônios. Isso pode ter diversas causas, como problemas genéticos, distúrbios na tireoide, uso de anabolizantes ou medicamentos, ou, ainda, como consequência de tumores na hipófise.

Em muitos casos, no entant, não é possível afirmar a origem do problema. 

Nos casos em que é identificada alguma alteração na produção de hormônios, pode ser necessário fazer uma terapia hormonal, que geralmente dura 3 meses. São administrados medicamentos que ajudarão a regular a produção dos espermatozoides.

Inseminação artificial

O procedimento pode ser indicado quando, depois de o médico tentar os tratamentos mencionados anteriormente, o paciente não libera espermatozoides suficientes.

O homem faz a coleta do esperma em laboratório por masturbação e esse material passa por preparação para posterior aplicação diretamente no útero.

FIV (Fertilização in vitro)

Assim como na inseminação artificial, na FIV os espermatozóides podem colhidos por ejaculação. A diferença é que a fecundação é feita em laboratório, com os espermatozóides preparados colocados junto dos óvulos — os embriões formados são transferidos ao útero. 

A FIV (fertilização in vitro) é recomendada para quando o homem apresenta uma alteração importante no sêmen, com diminuição na quantidade, motilidade e/ou morfologia.

ICSI

A ICSI é uma variação da FIV. Quando a técnica é indicada, ela substitui o método clássico de fertilização. Na ICSI, um espermatozóide previamente selecionado é injetado diretamente no citoplasma do óvulo, o que aumenta as chances de fecundação.

Esse tratamento é indicado quando o homem tem uma alteração grave no espermograma. Para este tratamento, os espermatozóides podem ser colhidos por ejaculação ou mesmo através de procedimentos como punção de epidídimo ou biópsia testicular. 

Principais custos dos tratamentos

Cirurgias

A varicocele é responsável por mais da metade dos casos de infertilidade masculina. Ela provoca uma dilatação dos vasos sanguíneos da região dos testículos, o que dificulta a produção e a liberação dos espermatozoides.

O tratamento indicado é uma cirurgia para a ligação dos vasos dilatados, interrompendo o fluxo sanguíneo por essas veias. O procedimento é bem simples, sem a necessidade de internação. O paciente pode retornar às atividades normais em apenas uma semana.

Como uma alternativa para solucionar a infertilidade, a cirurgia requer um investimento financeiro para que seja realizada.

Medicamentos

Em alguns casos, como nas infecções no aparelho reprodutor, a quantidade e a qualidade do sêmen podem ficar prejudicadas. O uso de antibióticos combate a infecção e restabelece os níveis adequados de espermatozoides.

Medicamentos como a efedrina e a fenilpropanolamina também podem resolver problemas como a dificuldade ou ausência de ejaculação.

Quer saber mais?

Gostou do nosso conteúdo? Confira mais artigos em nosso blog para saber mais.

Equipe Médica Revisora do Texto

Dr. Ricardo Marinho, Dra. Hérica Mendonça, Dra. Leci Amorim, Dr. Fábio Peixoto, Dra. Luciana Calazans e Dr. Leonardo.

Deixar comentários