Congelamento de óvulos: É possível congelar óvulos depois dos 40?

congelamento-ovulos

Com as técnicas de congelamento de óvulos, é possível prolongar a fertilidade e atender o sonho de casais que desejam ter filhos cada vez mais tarde. Contudo, a idade da mulher é um fator preocupante, visto que com o passar dos anos, os óvulos acabam diminuindo em quantidade e qualidade.

De acordo com especialistas, os óvulos estão em melhor qualidade até os 35 anos. Após os 40, as taxas de infertilidade, aborto espontâneo e malformações no feto aumentam. O congelamento de óvulos é um dos métodos utilizados para preservar a fertilidade em casos como este. Contudo, é possível congelar óvulos após os 40 anos? Você vai conhecer a resposta para essa dúvida e algumas outras na leitura a seguir. Continue acompanhando conosco!

O que é o congelamento de óvulos?

O congelamento de óvulos é um procedimento que consiste na coleta de óvulos quando a mulher se encontra em idade reprodutiva, e o congelamento para que possam ser usados em uma futura fertilização. O congelamento é feito com nitrogênio líquido para pausar a atividade biológica, incluindo reações que possam causar a morte celular e degradação do DNA.

O que significa qualidade do óvulo e qual a sua relação com a idade da mulher

De acordo com especialistas em fertilidade, uma mulher com idade entre 41 e 44 anos pode produzir de 6 a 9 óvulos em cada ciclo, enquanto mulheres entre 37 e 40 anos produzem de 8 a 10 no mesmo período. 

Por isso, para mulheres que pretendem fazer o congelamento de óvulos após essa idade, é preciso realizar uma série de exames para analisar a porcentagem dos óvulos e sua qualidade, sabendo se o congelamento é uma opção a ser considerada.

Como é realizado o congelamento de óvulos? Entenda o passo a passo

O processo do congelamento de óvulos é formado por 4 etapas. As principais são a estimulação ovariana, aspiração folicular, avaliação dos óvulos, congelamento e armazenamento. Entenda melhor cada uma dessas fases.

Estimulação ovariana

Após avaliação para certificar-se que o congelamento de óvulos é uma opção, a mulher faz o uso de medicamentos que induzem a ovulação, estimulando o desenvolvimento dos folículos ovarianos, estruturas que contém os óvulos. O estímulo tem como objetivo o amadurecimento de um número viável para a coleta. No entanto, esse número depende da reserva ovariana de cada mulher.

Aspiração folicular

Quando existe uma quantidade e tamanho adequado desses folículos, a aspiração é programada na clínica especializada em reprodução assistida. No procedimento é feita a aspiração folicular com o uso de uma agulha guiada por meio de ultrassom transvaginal. A duração é de aproximadamente 30 minutos, e a paciente recebe uma anestesia chamada sedação. 

Avaliação dos óvulos

Após a etapa de aspiração folicular no congelamento de óvulos, a equipe especializada em embriologia avaliará os óvulos coletados para determinar quais são mais maduros, íntegros e viáveis para que sejam encaminhados ao congelamento.

Congelamento e armazenamento dos óvulos

A etapa de congelamento é conhecida como vitrificação dos óvulos. A técnica consiste no congelamento rápido do óvulo em baixa temperatura, de maneira abrupta. Dessa forma, as chances de formação de cristais diminuem, e o resultado para a recuperação dos óvulos após seu congelamento é maior. Quando solicitados, os óvulos podem ser descongelados e fertilizados.

Após todas essas informações, entenda se é possível e se vale a pena congelar óvulos depois dos 40

Para que o congelamento de óvulos tenha bom resultado, a mulher não deve estar na menopausa. Para pacientes com câncer, a coleta deve ser realizada antes do início da quimioterapia. A tentativa preservação da fertilidade após os 40 anos pode ser realizada com sucesso por meio do congelamento de óvulos. 

No entanto, o processo demanda diversos exames e tentativas, incluindo análises clínicas para avaliar o estado de saúde da mulher e também sua genética. Ainda que o congelamento seja indicado para mulheres até 35 anos, não há uma idade limite para que a mulher congele seus óvulos. 

 

Gostou deste conteúdo? Então, conheça também quais fatores influenciam as chances de sucesso na Fertilização in Vitro!

Agendar Consulta

    Equipe Médica Revisora do Texto

    Dra. Hérica Mendonça, Dr. Fábio Peixoto, Dra. Luciana Calazans e Dr. Leonardo.

    Deixar comentários